domingo, 17 de dezembro de 2017

Decoração de Natal 


Olá pessoal! Eu queria dar uma passadinha rapida por aqui pra compartilhar com vocês um pouco da minha decoração de Natal! Depois de muitos anos fugindo do vermelho esse ano resolvi colocar um pouco dessa cor tão natalina.





Esta árvore tem aproximadamente 2 metros de altura talvez um pouco mais, ja vem com as luzes e eu ainda acrescentei um festão em volta dela toda que também ja é com luzes ambos comprados no Walmart com preços realmente baixos, so não me lembro mais extremamente quanto porque comprei ha muitos anos atrás.

Na mesa fiz uma mistura de cones prateados, alguns bem antigos comprados na Tjmaxx e Marshals os de vidro comprei este ano na Homegoods. Esta passadeira foi o jeito que encontrei de jogar um toque de rústico comprei no Amazon bem baratinho a princípio nao dei nada por ela rsrsr. 














A guirlanda na janela também é super antiga comprei num feirão desses da vida... ela também tem as luzes e fica linda acesa mas nao e sempre que eu consigo colocar ela num lugar estratégico que tenha tomada por perto :/  


Fiz essa bandeja inspirada na minha designer do coração Rebecca Robeson adoro os videos dela no YouTube.



Na lareira nada de mais...



Dei um toque no espelho do barzinho que fica na sala de jantar.

Esta vila tambem esta na sala de jantar.

Por enquanto é isso... cada dia mudo alguma coisinha ali acrescento outra coisinha aqui e assim vai.

Espero que gostem, obrigada cada um que deu uma passadinha um bj no coração e um Feliz Natal!

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Como preparar uma bela noite de queijos e vinhos





......O importante é garantir uma boa variedade, que não pode se deter apenas em queijos e de vinhos. Nesses casos os pães e patês são elementos indispensáveis.
......Cada categoria de queijo pede um tipo de vinho. Os queijos também têm suas próprias etiquetas e não podem ser servidos de qualquer forma. Assim, observe as opções que você pode usar na escolha dos itens que vão integrar e na montagem da sua mesa de queijos e vinhos, nas tabelas que oferecemos a seguir.

Queijos
Vinhos
Gorgonzola, Roquefort, Chamois Bleu e Crem’Azur tintos encorpados

Camembert, Brie e o Chamois d’Or tintos leves (jovens)

Queijo tipo Suiço como Gruyére tintos leves ou brancos secos

Queijos suaves como Gouda, Itálico, Saint-Paulin e Lou Palou tintos leves ou brancos secos

Queijos de sabor forte, como Port Salute Parmesão e Chavroux tintos leves ou brancos secos







Pães ideais

Pães inadequados



mini banquete, centeio preto, baguete, o pão italiano, o francês e os pães rústicos temperados como os de alho e de lingüiça (interferem no sabor dos queijos)

Torradas e bolachas salgadas (acompanham os queijos cremosos)







Detalhes:



......Você poderá dar mais opções aos seus convidados se acrescentar uma tábua de frios à sua mesa. Ela pode ter a variedade que você decidir, desde que não traga opções muito populares.



......Não se esqueça de servir água mineral com e sem gás. Ela ajuda a equilibrar tanto o sabor dos queijos, frios e vinhos, quanto a dosar o teor alcoólico do vinho.





Montagem da mesa:



......Os queijos devem ser colocados em tábuas, em pedaços inteiros e sem embalagens ou rótulos. Você pode sofisticar acrescentando aos queijos as “bandeirinhas” dos seus países de origem.



Cada tábua deve trazer sua própria faca própria faca, para que não haja a mistura de sabores.



......Os frios devem estar muito bem arrumados com espetinhos curtos ou palitos para servir.

......A melhor opção para arrumar os pães são as cestas, que podem ser decoradas com fitas e trigo, sempre acompanhadas de facas específicas e tábuas para o corte.



Guardanapos, talheres, pratos e copos apropriados dos diversos vinhos devem estar arrumados num canto à parte da mesa ou numa bancada auxiliar.

......Para decorar você poderá optar por um arranjo de flores exóticas secas, frutas e outros elementos naturais. As frutas servem para dar mais sabor à degustação dos queijos. A pêra, a uva branca e a maçã são as mais indicadas, mas, para compor arranjos de mesa, você pode utilizar melão, abacaxi e fruta do conde.





Dicas:



......Calculando um consumo médio de 200g por pessoa (somando todos os tipos de queijos), uma tábua “ideal” contém: 20% de queijos de mofo branco (ex. Brie) 10% de queijos de mofo azul (ex. Gorgonzola), 10% de queijos tipo suíço (ex. Gruyère), 30% de queijos suaves (ex. Gouda), 15% de queijos fortes (ex. Parmesão) e 15% de queijos fortes (ex. Parmesão) e 15% de queijos cremosos com sabores.

......Os queijos devem ser comprados na véspera. Observe o prazo de validade e a consistência que deve ser elástica ao toque, sem soltar soro.

......Para melhor conservar os queijos, mantenha-os sob refrigeração. Retire-os da geladeira uma ou duas horas antes de servi-los para que recuperem a textura e o sabor.

Evite congelar quaisquer tipos de queijos, pois isso interfere no sabor e aroma. Se o congelamento for necessário prefira usá-los para fins culinários.



Conheça melhor os queijos:







Brie



(França)

Originário da região francesa da qual herda o nome. É feito com leite de vaca, não-prensado, de massa cremosa. Sabor peculiar, marcante, mas não forte, que se acentua com o tempo. Acompanha vinho tinto encorpado e envelhecido



Camembert



(França)

Queijo macio, não prensado, de sabor ligeiramente picante e casca de cor branca



Cheddar



(Inglaterra)





Edam



(Holanda)

Possui formato esférico, sabor suave e casca avermelhada. Sua massa é consistente, mas, ao mesmo tempo, cremosa. É produzido com leite padronizado com menor teor de gordura. Pode ser consumido puro, com frutas e acompanhado de vinhos brancos frutados.



Emmental



(Suíça)

Inicialmente fabricado apenas na Suíça, hoje também é produzido na Alemanha e na Dinamarca. Feito com leite de alta qualidade, apresenta uma massa com olhos do tamanho de cerejas, sabor delicado e levemente adocicado, sendo muito usado para sobremesas e na culinária em geral. É o queijo básico para fondues.



Estepe



(Rússia)

Tem origem nas estepes russas. É fabricado a partir do leite de vaca. Apresenta uma textura semi-dura e massa semi-cozida, de cor amarelo-palha, com sabor frutado ligeiramente doce.



Fundido



(Suíça)

Queijo de sabor suave, macio e brilhante. Acompanha bem pão, bolachas, ideal para fondue, ótimo para pratos com camarão



Gorgonzola



(Itália)

Feito com leite de vaca integral, possui um sabor forte e picante. Sua casca é rugosa e amarelada, e a massa, quebradiça com “veios” azuis-esverdeados proporcionados pelos fungos que estão no interior de sua massa.



Gouda



(Holanda)

Queijo de massa firme prensada mas macia. Sabor suave, ligeiramente frutado e adocicado. Possui olhaduras pequenas e regularmente distribuídas.



Grana Padano ou Parmesão



(Itália)

Originário da região de Parma, na Itália, é elaborado com leite de vaca e apresenta grãos de lactose cristalizada na massa, que os italianos chamam de “grana”. Possui casca espessa e sabor forte



Gruyére



(Suíça)

Queijo de massa cozida prensada, tem sabor de avelã, textura lisa com pequenos buracos.



Itálico



(Itália)

Queijo de sabor um pouco mais acentuado que o Gouda, porém com massa mais fina e macia, com olhaduras redondas e espelhadas. Sua casca é espessa e amarelada.



Provolone



(Itália)

É originário da Itália mas, hoje é o queijo mais produzido e consumido no mundo. Sua massa é densa e firme, sabor picante e defumado, e sua casca apresenta coloração dourada.



Queijo do Reino



(Brasileiro)

Um dos mais tradicionais queijos brasileiros, sendo possivelmente o primeiro queijo maturado a ser elaborado de forma industrial no Brasil no final do século XIX. Ganhou esse nome provavelmente porque o Brasil importava esse queijo do reino de Portugal.



Roquefort



(França)

Elaborado com leite de ovelha, este queijo tem sabor extremamente delicado, mas com um toque picante. Apresenta uma tonalidade esverdeada conquistada pela maturação de 3 meses em cavernas calcáreas úmidas. O formato da sua massa se assemelha ao miolo do pão.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

COMO COLOCAR UMA MESA FORMAL

Oi oi pessoal,tudo bem!!!
Depois de tanto tempo sumida não me espanta muito que vocês não tenham falado comigo no ultimo post (snif snif), mas tudo bem agradeço a Deus pelas 70 visualizações que teve e é isso aí né....
O importante é que estou de volta com muita vontade de postar,fazer mais amigos e amigas, matar a saudade de vocês e trazer cada vez mais novidades pra gente trocar figurinhas o que é uma delícia vocês não acham???
Então gente,isso aqui foi uma curiosidade pessoal minha ta, eu sempre quis saber como era direitinho esse negocio de colocar uma mesa formal sabe como é ne, eu sempre tentei fazer bonitinho mas td assim do meu jeito (o que está corretíssimo eu sei),mas só por que achei importante saber mesmo e se alguem aí tem a mesma curiosidade  esses são as regras para uma MESA FORMAL:

A primeira regra é colocar tudo geometricamente espaçado. O centro exactamente no centro; os locais à mesa espaçados nas mesmas distâncias; e os utensílios harmoniosamente colocados. Depois de tudo colocado, pode-se sempre ser um pouco criativo com o tipo de flores a usar nos arranjos florais ou no tipo de decoração a fazer na mesa.
A colocação dos utensílios é feita de “fora para dentro”. Para a imagem apresentada o menu considerado foi:


Entrada: marisco

Primeiro prato: Sopa

Prato de peixe

Prato de carne

Salada



a. Prato de Serviço (base): Este prato maior, também denominado de base, serve de base para colocar o primeiro prato, que será trazido empratado para a mesa. Quando se terminar o primeiro prato , o prato de serviço continua na mesa até ao prato de carne ser servido; nesta altura os dois pratos – o de serviço e o da carne deve ser substituído. O prato maior serve de base de vários pratos que precedem a carne.



b. Prato da manteiga: o pequeno pato da manteiga é colocado acima dos garfos, e ao lado esquerdo da disposição dos pratos.



c. Garfo de jantar: é o maior dos garfos, também chamado garfo de carne, é colocado ao lado esquerdo do prato. Outros garfos mais pequenos para outros pratos são colocados à esquerda ou à direita do garfo de jantar, de acordo com a altura em que serão usados.



d. Garfo de peixe: Se existe um prato de peixe no menu, este garfo é colocado ao lado esquerdo do garfo de jantar , porque será o primeiro garfo a ser usado.



e. Garfo de salada: Se for servida salada depois do prato de carne, o pequeno garfo da salada é colocado ao lado direito do garfo de jantar, próximo do prato. Se a salada for servida primeiro, seguida do prato de peixe, então os garfos terão de ser colocados( da esquerda para a direita): garfo de salada, garfo de peixe, garfo de jantar. Neste caso não existe uma faca de salada ao lado direito do prato, mas poderia ser colocada uma para acompanhar este garfo.



f. Faca de jantar: A faca maior é a faca de jantar, ou a faca de carne, que deve ser colocada ao lado direito do prato de serviço.



g. Faca de peixe: esta faca de formato especial coloca-se ao lado direito da faca de jantar.



i. Colher da sopa : Se como primeiro prato for servida sopa ou fruta, então a colher respectiva será colocada ao lado direito das facas.



j. Garfo de ostras: Se existir marisco no menu, o garfo de ostra será colocado ao lado direito das colheres. Nota: é o único garfo a poder ser colocado ao lado direito do prato.



k. Faca da manteiga: Este pequeno utensílio de barrar a manteiga, deve ser colocado diagonalmente, no topo do prato da manteiga (para que se possa pegar com a mão direita), e com a lâmina voltada para baixo.



l. Copos: Estes podem ser até cinco, e são colocados de maneira a que os mais pequenos estejam à frente. O copo da água(la) é colocado directamente acima das facas. Logo ao lado coloca-se o copo de champanhe, o flûte(lb); em frente a este são colocado(s) o copo de vinho tinto(lc) e/ou de vinho branco(ld) e um copo de porto.



m. Guardanapo: O guardanapo é colocado nem cima do prato base (se este for usado), ou no espaço reservado ao prato.



No geral:



As lâminas das facas são sempre colocadas viradas para o prato.



Não mais de três pares de talheres devem ser colocados na mesa, excepto se for colocado o gafo de ostra, ao lado dos outros três garfos. Se forem servidos mais de três partos antes da sobremesa, então os utensílios para um quarto prato serão trazidos com a comida; da mesma maneira que o garfo e faca da salada poderão só ser colocados na mesa, na altura em que o prato da salada também for servido.



As colheres e os garfos de sobremesa são trazidos dentro do prato da sobremesa, logo antes da sobremesa ser servida.

Decoração de Natal 

Olá pessoal! Eu queria dar uma passadinha rapida por aqui pra compartilhar com vocês um pouco da minha decoração de Natal! Depois de mui...